Painel Wall       painel-wall

O painel wall é um sistema construtivo de elevado desempenho técnico e montagem simples. Composto de madeira maciça laminada ou sarrafeada, revestido em ambas as faces por lâminas de madeira e externamente a estas, pelas placas cimentícias em CRFS (Cimento Reforçado com Fio Sintético) prensadas.

As características do painel wall conjugadas às estruturas metálicas, constitui um sistema que proporciona o máximo de aproveitamento de espaço. É ideal na execução de mezaninos, pisos técnicos, passarelas em auditórios, indústrias, prédios comerciais, casas de espetáculos e hospitais.

Também pode ser utilizado como divisória técnica, apresentando grande versatilidade. É um painel que alia uma alta resistência a impactos; compressão axial e flexão, a um bom comportamento a cargas suspensas, estanqueidade à água, possui alto índice de isolamento térmico e acústico e um bom comportamento ao fogo. Como divisória técnica permite a fixação de peças suspensas, forros, prateleiras, quadros, sinalizações e aparelhos de ar-condicionado. 

Suas excelentes características técnicas permitem a utilização para fechamentos, tendo a capacidade de suportar a ação de intempéries como chuva, sol e variação de temperatura, além de proporcionar perfeita associação a elementos estruturais de concreto, aço ou madeira, proporcionando sempre excelentes resultados com harmonia e estética.

Informações Gerais

O processo de industrialização dos painéis constitui-se da prensagem especial dos componentes a alta temperatura, resultando em um produto de características técnicas de qualidade comprovada.

 

Segmentos Atendidos

  • Mezaninos
  • Passarelas
  • Forro técnico
  • Paredes / Divisórias técnicas
  • Paredes duplas
  • Paredes elétricas e hidráulicas
  • Paredes altas
  • Fechamentos externos
  • Shafts
  • Containers
  • Confinamentos acústicos
  • Sanitários
  • Mini-lajes

 Vantagens

  • Uso adequado tanto no segmento industrial quanto na construção civil (estética e integração arquitetônica)
  • Bom isolamento acústico (alta densidade superficial);
  • Bom isolamento térmico;
  • Bom comportamento ao fogo;
  • Estanqueidade à água;
  • Alta resistência a impactos;
  • Lavável;
  • Pode ser instalado após a colocação de pisos e azulejos no ambiente;
  • Aspecto de concreto aparente;
  • Duplicação do espaço;
  • Suporta altas cargas distribuídas (500 kg/m2);
  • Menor peso/m2, com menor número de apoios, economizando na estrutura;
  • Vence grandes vãos, sem interferir no layout;
  • Menor espessura, ideal para pé direito reduzido;
  • Aceita praticamente todos os tipos de revestimento;
  • Como parede externa, permite a fixação de letreiros e luminosos;
  • Rápida montagem e desmontagem;
  • Total reaproveitamento em caso de remanejamento;
  • Permite fixação de peças suspensas;
  • Para divisórias altas, possui elevada resistência à compressão axial;
  • Produto acabado de fácil manutenção;
  • Não gera entulho.

Especificações

Densidades aproximadas: – 40 mm: 800 kg/m³
– 55 mm: 682 kg/m³
Resistência à carga distribuída (3 apoios): – 500 kgf/m2
Resistência a cargas verticais concentradas: – 150 kgf
Resistência à compressão axial: – 5900 kgf
Resistência a impactos: – 22.360 Joules (26 impactos)
Resistência a cargas suspensas: – 100 kgf
Coeficiente Global de Transmissão de Calor: – 2,18 kcal/m2 x h x ºC
Comportamento ao fogo: – Isolamento térmico – 40 mm: 50 min
– 55 mm: 65 min
– Propagação superficial de chamas – Ip = 2 (Classe A / NBR 9442)

ISOLAMENTO ACÚSTICO

f(Hz) 100 125 160 200 250 315 400 500 630 800 1000 1250 1600 2000 2500 3150 4000 5000
R(dB) 26 30 31 31 31 29 29 29 28 30 30 32 34 36 37 40 42 43

Classe de transmissão Sonora | CTS* 33

  • Baixas Frequências
  • O desempenho do painel quanto à isolação sonora em baixas frequências apresenta bons resultados equiparando-se a uma parede de blocos cerâmicos de vedação, com 140 mm, revestida em ambas as faces.
  • Médias Frequências
  • Apresenta resultados comparáveis aos de alvenarias mais espessas e pesadas. As médias frequências situam-se entre os sons graves e os agudos, podendo ser ouvidas como sons propriamente ditos ou como componentes predominantes dos ruídos mais corriqueiros, desde os de eletrodomésticos, passando pelos de máquinas de escritório, até os da grande maioria dos equipamentos industriais.
  • Altas Frequências
  • Possui muito bom desempenho. Há duas razões para ter interesse especial nestes resultados. Uma delas é o fato de que sons agudos (que ocorrem como sons propriamente ditos ou como componentes de ruídos) são capazes de agredir severamente o ouvido humano, cuja maior sensibilidade situa-se em torno de 3.500 Hz. Descarga de ar comprimido é um exemplo clássico de ruído em altas frequências.